Informações e Contatos

Av. Indianópolis, 1287 - Planalto Paulista
CEP 04063-002 - São Paulo - SP

Mais de duas mil pessoas participaram do primeiro dia do 51º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, em Fortaleza, Ceará. Entre as atividades realizadas, médicos de todo Brasil puderam aprender e trocar experiências com colegas de diversas áreas de especialização, depois de tanto tempo compartilhando conhecimento somente por meio remoto.

Segundo Melissa Avelino, otorrinolaringologista pediátrica e coordenadora da Comissão de Relações Públicas da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), um dos assuntos abordados foi a lavagem nasal em crianças – um assunto importante para os pais que, muitas vezes, não conhecem a forma correta de fazer a limpeza. 

“Este assunto é abordado com frequência e é fundamental que os pais procurem um médico otorrinolaringologista, especialista em Pediatria, para que sejam orientados da forma correta. O evento está fantástico! Parabéns à comissão organizadora!”

“Os trabalhos científicos apresentados atingiram um alto nível de qualidade”, afirmou o Dr. Carlos Chone, coordenador da Comissão de Trabalhos Científicos e editor-chefe da revista BJORL. Segundo ele, a pandemia não prejudicou em nada o desenvolvimento dos trabalhos. “Em todos os âmbitos, os alunos deram bastante valor à pesquisa científica”. Foram apresentados 11 trabalhos científicos de tema livre e os três melhores serão anunciados amanhã (26). 

Duas assembleias foram apresentadas: uma da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF), em que foram abordados o balanço dos eventos realizados no decorrer do ano, além do planejamento financeiro e a composição da nova diretoria. A segunda assembleia apresentada foi da Academia Brasileira de Rinologia (ABR), que também fez um balanço do ano e apresentou as novas perspectivas para a próxima gestão.

“Fizemos uma parceria com a Sociedade Americana de Rinologia e conseguimos ter dezenas de rinologistas participando da Academia – um trabalho que terá ótimos frutos pelos próximos anos”, comentou Fabrizio Romano, presidente da ABR, que termina seu mandato neste ano.

Para Marcos Lessa, presidente que assumirá a gestão da ABR, no próximo ano, o objetivo é manter a organização sólida e organizada e ampliar os projetos que foram iniciados. “Temos o desafio de consolidar projetos para o mundo com as comissões científicas, campanhas e ampliar nossos trabalhos para o mundo”, afirmou o presidente da nova gestão.

A equipe de reportagem do portal VOX Otorrino acompanhou toda a movimentação e esteve presente em diversos momentos das interações. Para Dr. Eduardo Baptistella, presidente da ABORL-CCF, o fato de poder reencontrar amigos de profissão com todos os cuidados necessários e trocar experiências contribuiu muito para a carreira de todos que estiveram presentes neste primeiro dia de evento.

“A abertura do Congresso foi um sucesso! Um dia tranquilo e emocionante para todos, pois pudemos rever nossos amigos e aprender.”

 

COMPARTILHAR:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Projeto Meu Otorrino é 10 atendeu mais de 300 pessoas em Brasília